GCM de Barueri e polícias capturaram foragido (Foto: Divulgação Secom Barueri)

Em novembro de 2017, T.R.O. procurou a polícia para denunciar uma agressão sofrida dentro de casa. A jovem, na época com 27 anos, foi vítima de violência doméstica e teve o nariz e uma das orelhas arrancados a mordidas por seu parceiro.

Desde então, a vítima é assistida pelo programa Guardiã Maria da Penha, da Guarda Civil Municipal de Barueri (GCMB) e recebeu atendimento e apoio integral pela Secretaria da Mulher.

Mas seu agressor foi capturado, nesta segunda-feira (27), por equipes de patrulhamento da GCMB e demais órgãos de segurança pública.

Após denúncia anônima que revelava o paradeiro do foragido, uma equipe de investigação da Delegacia de Defesa da Mulher de Barueri (DDM) se deslocou até o município de Pirapora do Bom Jesus e o encontrou transitando em via pública.

O foragido da Justiça R.W.Z., que já possui uma extensa ficha criminal, foi capturado e direcionado à DDM de Barueri, onde recebeu voz de prisão.

Alerta
De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a taxa de feminicídio no Brasil é a quinta maior do mundo e o número de assassinatos no país chega a 4,8 para cada 100 mil mulheres. O número se torna ainda maior quando o assunto é agressão. O Instituto Maria da Penha aponta que a cada 22 segundos, uma mulher se tora vítima de espancamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.