Câmaras voltam do recesso e presidentes indicam prioridades

0
474

A partir da próxima terça-feira (1º de agosto), as Câmaras dos Vereadores voltam a realizar as sessões legislativas. É o caso de Barueri e Santana de Parnaíba, onde os prefeitos Rubens Furlan (PSDB) e Elvis Cezar (PSDB) têm tido tranquilidade para aprovar os projetos, mas as Casas devem ter deliberações distintas no segundo semestre.
Os baruerienses tentarão dar avanço em questões administrativas, enquanto em Parnaíba, além dos projetos, há dois temas polêmicos ainda pendentes: o processo de cassação contra o vereador Doutor Rogério (PC do B) e a votação das contas do ex-prefeito Silvinho Peccioli (DEM).
Denunciado por ter usado um carro da Câmara para ir para o litoral, Rogério conseguiu uma liminar para suspender o processo. O parlamentar alega que pagou as despesas do veículo e foi a trabalho.
“Estamos cumprindo a determinação judicial”, comentou o presidente da Casa parnaibana, Marcos Tonho (PSDB). Quanto às contas de Silvinho, não há prazo. “A gente tem que aguardar a comissão, que se reúne dia 3, para fazer o relatório final e abrir prazo para vista”, disse o vereador.
Tonho ressaltou que os vereadores apresentaram requerimentos durante o recesso e que a Casa utilizou o período para ampliar a internet.

Reforma Administrativa
Presidente da Câmara de Barueri, Carlinhos do Açougue (DEM) afirmou que garantir avanços na reforma administrativa é um dos principais objetivos do segundo semestre. “Queremos discutir e votar o quanto antes o plano de carreira dos servidores da Câmara Municipal, para equipará-lo ao modelo que já vigora para o funcionalismo da Prefeitura”, afirmou.
“Teremos também que discutir outros dois projetos importantes que devem chegar nos próximos meses: o PPA (Plano plurianual) 2018-2021 e a Lei Orçamentária de 2018”, conclui.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.