Guardas municipais salvam bebê de 7 dias

0
793
Uma semana depois do acidente a pequena Melissa visita seus novos amigos (Fotos: Robinson Alvarenga)

No dia 22 de outubro, a Guarda Municipal de Barueri recebeu um chamado de auxílio no bairro Parque dos Camargos. Uma bebê de apenas sete dias de vida se engasgou após ser amamentada. “Dei o banho, amamentei e, quando fui colocá-la para arrotar, percebi que estava com as pernas e braços endurecidos e com os lábios arroxeados. Eu me desesperei e minha filha de 8 anos conseguiu ligar para o Resgate”, explicou Ana Lua Matias, mãe da criança. 

Uma viatura da Romu (Ronda Ostensiva Municipal) estava na região e logo chegou à residência. No local, um dos guardas aplicou a manobra de Heimlich, método de desobstrução das vias aéreas superiores.

“Com o bebê nos braços, consegui desobstruir a via aérea posicionando as mãos na região abdominal e exercendo uma pressão sobre o final do diafragma e, então, a criança começou a reagir e a encaminhamos ao pronto-socorro do bairro”, relatou o subinspetor Dioney da Silva Pereira. 

Após cuidados médicos, a pequena Melissa está bem e de volta ao lar, um alívio para a mãe e orgulho para os agentes envolvidos na operação. “Não tem explicação. A sensação de salvar uma vida faz todo o trabalho valer a pena. Nosso serviço não é apenas pegar ladrão e manter a segurança da população, mas também salvar vidas. E isso não tem preço”, afirma o subinspetor.

Preparo técnico 

Anualmente, a Guarda realiza treinamentos de qualificação profissional com todo o efetivo e, entre outros treinamentos, aprendem técnicas de primeiros-socorros como a manobra de Heimlich, utilizada para salvar a bebê.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.