Barueri celebra Dia Nacional da Mulher

0
2104


Em 30 de abri comemora-se o Dia Nacional da Mulher, data instituída na década de 1980 em homenagem à líder feminista Jerônima Mesquita, que ganhou destaque na história por lutar pelos direitos das mulheres, dentre eles, o direito ao voto.

No século 21, a luta por outros direitos que buscam a igualdade social para as mulheres continua. E é por isso que a Secretaria da Mulher promoverá na próxima quinta-feira (4 de maio) um encontro que debaterá temas sobre o empoderamento feminino, a efetivação de políticas públicas para mulheres e o fim do sexismo, da misoginia e da violência.

As palestras serão ministradas pela coach Kel Laranjeira e pela advogada e ativista do movimento feminista, Raquel Preto, na Câmara Municipal de Barueri, a partir das 14h.  Para participar basta fazer a inscrição na sede da Secretaria da Mulher (situada na avenida Sebastião Davino dos Reis, 756, Vila Porto) de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h, ou pelo telefone 4706-4046.

Sobre as palestrantes
Kel Laranjeira é pós-graduada em Psicologia Positiva e Hipnose Ericksoniana, coach e analista comportamental pelo Instituto Brasileiro de Coaching – IBC internacional.

Raquel Preto é doutora em Direito Econômico-Financeiro pela Universidade de São Paulo (USP), autora de diversos livros, docente, palestrante e membra efetiva do comitê de combate à violência contra a mulher, Grupo Mulheres do Brasil – Maria Bonita.

Sufragista Jerônima
Desencadeado em meados do século 19, o movimento sufragista feminino lutou pela igualdade de oportunidades na política. No Brasil, o movimento contou com a participação de ativistas como Jerônima Mesquita, que atuou intensamente pelo direito ao voto.  Somente em 1932, a partir da aprovação do Código Eleitoral, que as mulheres conquistaram o direito de votar – o que foi concretizado no ano seguinte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.