Audax Corinthians vence nos pênaltis e é campeão da Libertadores

0
1115
Clube venceu por 5 a 4 nos pênaltis

Três anos após o início do futebol feminino, o Audax Corinthians chega ao topo da Copa Libertadores da América.

Neste sábado (21), a equipe empatou em 0 a 0 com o Colo Colo no tempo normal, mas garantiu o título inédito ao vencer nos pênaltis por 5 a 4 no estádio Arsenio Erico, em Assunção, no Paraguai, com destaque para a goleira Lelê. Ela defendeu duas cobranças e se tornou a heroína do título brasileiro.

A conquista veio de forma invicta para o clube que mandou boa parte da temporada em Barueri. Em seis jogos na competição, o time conquistou cinco vitórias e um empate. Marcou 13 gols e sofreu apenas dois.

A parceria com o alvinegro paulista começou no ano passado, quando o Corinthians tinha vaga no Campeonato Brasileiro e precisava de uma equipe feminina para renegociar as dívidas com o governo federal. O Audax tinha uma equipe formada, mas não contava com a vaga no torneio.

Desde então, os corintianos dão o nome para o clube de Osasco que mantém a estrutura das atletas.

A conquista veio em um ano que o time não conseguiu chegar na decisão do Campeonato Paulista e ficou com o vice do Campeonato Brasileiro. Mas na Libertadores, o favoritismo prevaleceu.

A equipe de  Arthur Elias foi para cima do Colo Colo desde o início. Porém, encontrava dificuldades em uma partida amarrada, com poucos lances de perigo. Apesar disso, quem assustou primeiro foram as chilenas, com Karen, que acertou a trave.

Aos 26, a equipe brasileira reclamou da arbitragem, que não marcou pênalti em lance no qual Camila Saez tocou com as duas mãos na bola. Kerolin ainda acertou a trave antes do fim da primeira etapa.

O panorama seguiu igual no segundo tempo, com direito a mais uma reclamação de pênalti por parte do Audax.

O zero a zero permaneceu e a decisão foi para os pênaltis. Logo na primeira cobrança, Cacau errou e Villamayor colocou as chilenas em vantagem. O Colo Colo encaminhava o título até a quarta cobrança, quando Claudia Soto parou na goleira Lelê.

Nas alternadas, um novo susto. Yasmin perdeu para o Audax Corinthians, mas novamente Lelê apareceria. Ela pegou o pênalti de Camila Saez e manteve a equipe viva na disputa. Ana Vitória colocou o time brasileiro em vantagem. Com a obrigação e marcar, Rocio Soto foi para a cobrança e mandou para fora, garantindo o primeiro título continental para a equipe brasileira. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.