Após curso na Secretaria da Mulher, aluna consegue bolsa de 100% em faculdade

0
560

A aluna da Secretaria da Mulher de Barueri Luciana Ferezim Guimarães, de 47 anos, após realizar o curso de Introdução à Logística oferecido pela pasta, concorreu a uma vaga no curso Administração de Empresas, do Grupo Universidade Brasil na Faculdade de Barueri, e conseguiu uma bolsa de 100%.

O curso ocorreu aos sábados de outubro e novembro. As alunas tiveram Introdução à Logística e Modais, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Dinâmicas, Éticas e Responsabilidades, Controle de Estoques, Paletização e Curva ABC e Educação Financeira, além de saírem com um certificado para enriquecer o currículo.

Ao terminar o curso, Luciana decidiu que não iria mais ficar parada, tomou a decisão que iria se esforçar para conseguir o emprego que fosse. Ela conseguiu uma vaga em um call center e logo ao começar o trabalho teve destaque. Com um currículo repleto de cursos e experiencia na área de vendas, ela foi remanejada para outro cargo muito melhor do que aquele para o qual tinha se inscrito. “Quando a gente se permite fazer coisas diferentes, pode ter resultados que a gente não imagina”, declarou Luciana sobre a reviravolta em seu ambiente de trabalho.

Em dezembro de 2019, ela tomou conhecimento sobre o concurso de bolsa que seria promovido pelo Grupo Universidade Brasil na Faculdade de Barueri para o ano de 2020. Como estava empolgada com a conclusão do curso e finalmente havia encontrado um emprego, ela decidiu tentar. Escolheu o curso de Administração de Empresas e se dedicou na prova. O resultado não poderia ser mais excelente: foi a melhor aluna e conseguiu 100% de bolsa na faculdade.

“Quando recebi a notícia eu até chorei, me emocionei mesmo. As perspectivas para o meu futuro são as melhores, pois eu não tive a oportunidade de concluir o curso superior até o momento, e agora terei a oportunidade de concluir com ou sem dinheiro”, ressalta.

Exemplo de vida
Casada e com dois filhos, Luciana nem sempre teve a vida só com alegrias. Moradora de Barueri há 4 anos, ela sempre acompanhou as redes sociais da Prefeitura com interesse nos cursos e atividades que eram realizados pela Secretaria da Mulher, mas como seu trabalho ficava no bairro de Perdizes, na cidade de São Paulo, não conseguia realizar nenhuma das atividades devido ao horário que voltava para sua casa.

Em 2017, a empresa em que trabalhava declarou falência, mas ela não se deixou abater e começou a vender comidas em seu condômino. Em meio ao turbilhão em que se encontrava, mais uma infelicidade ocorreu quando em 2018 sua mãe faleceu.

Os anos de 2017 e 2018 podem ter sido duros na vida de Luciana, mas ela estava decidida a mudar sua vida e em 2019 tudo começou a se transformar. Incentivada pela família, ela começou a frequentar a Secretaria da Mulher, hoje é aluna ativa e faz hidroginástica e musculação duas vezes na semana. Estando lá dentro, começou a ter mais conhecimento de outros cursos e ficou sabendo sobre o curso de Introdução à Logística e decidiu participar, já que sempre gostou da área de administração e finanças.

Perseverança
As aulas na faculdade começam no início de fevereiro e Luciana não poderia estar mais ansiosa e empolgada. A aluna não deseja parar de colocar movimento em sua vida, já possui planos de continuar a estudar e com a faculdade almeja conseguir um emprego ainda melhor.

“Eu estava desanimada, achando que eu iria ficar fazendo pastel a vida inteira, acho que deu um clique em mim no começo de dezembro que o mais importante é se manter sempre em movimento”, coloca.

Luciana ainda deixa uma mensagem de esperança. “Às vezes na vida a gente tem que passar por ciclos, às vezes temos que passar por algumas situações um pouco complicadas, um pouco ruins para poder colher os bons frutos depois. E eu acho que isso é uma lição de vida para todas: mostrar que não podemos desistir, que temos que nos movimentar sempre e não deixar nunca parar”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.