Durante o verão, brincadeira na piscina exige cuidado, alerta Bombeiros

0
655
Em caso de afogamento, primeiro passo é retirar a vítima da água (Foto: Júlio César Almeida/Jornal de Barueri)

Para evitar afogamentos, é importante ficar atento com as crianças

Você sabia que, durante as férias, acidentes como afogamento tem um crescimento expressivo no Brasil? Foi o que revelou uma pesquisa feita pela ONG Criança Segura, dedicada à prevenção de incidentes com crianças e adolescentes de até 14 anos. Segundo a instituição, em 2018, 434 crianças foram hospitalizadas por este tipo de incidente.

No último verão, Barueri registrou dois afogamentos, de acordo com 18º Grupamento de Bombeiros (GB). Neste ano ainda não foi anotado nenhum caso.

Para evitar acidentes, é necessário ter diferentes cuidados, principalmente com crianças e adolescentes, que são as maiores vítimas. “É importante nunca se aventurar em brincadeiras ou algo do tipo na água e sempre ficar de olho nas crianças”, disse Cabo Abel, bombeiro educador do 18º GB.

Segundo o Cabo Abel, o primeiro passo, em caso de afogamento, é retirar a pessoa da água. “A recomendação é nunca acessar a vítima de frente, pois a situação de desespero fará com que ela use o socorrista como anteparo, escorando-se e empurrando-o para o fundo”, destacou.

Após este primeiro processo, caso a vítima já esteja afogada, é preciso iniciar manobras de reanimação cardiopulmonar e respiração boca a boca, em uma frequência de 30 compressões para duas ventilações. “Enquanto isto estiver sendo feito, ligue para o serviço 193 ou 192 de emergência. Mostrando sinais de recuperação, coloque a vítima de lado, apoiando o lado direito do corpo no chão e prossiga monitorando”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.