Água de Barueri não tem agrotóxicos acima do limite

0
376
Apesar de constatada a presença de 27 tipos de agrotóxicos na água tratada consumida em Barueri, nenhum deles está acima do limite considerável nocivo à saúde. (Foto: Divulgação)

Apesar de constatada a presença de 27 tipos de agrotóxicos na água tratada consumida em Barueri, nenhum deles está acima do limite considerável nocivo à saúde, conforme o parâmetro brasileiro de regulação. Em critérios de fiscalização da União Europeia, 15 agentes químicos ultrapassariam o limite.

Os dados são do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua), do Ministério da Saúde, e foram compilados pelo portal Repórter Brasil, pela Agência Pública de Jornalismo Investigativo e pela organização suíça Public Eye, referentes aos anos de 2014 e 2017.

Por meio desta plataforma, são investigadas continuamente a presença de 27 agentes químicos nocivos à saúde humana, além da condição da água das cidades de todo o país. Entre 1.396 municípios brasileiros investigados, foi constatada a presença de todos os 27 tipos de agrotóxicos, assim como nas cidades da região.

De acordo com a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), 16 desses produtos são considerados tóxicos e 11 estão associados a doenças crônicas, como câncer, defeitos congênitos e distúrbios endócrinos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.