Osasco contra Dengue

0
2156


Pelo sexto sábado consecutivo, a Prefeitura de Osasco realizou o Mutirão de combate ao Aedes aegypti. Desta vez no Jardim Roberto, a ação aconteceu no dia 11/2 e reuniu mais de 100 agentes de saúde, de estratégia de saúde da família e da Zoonoses que percorreram as casas com o objetivo de orientar sobre os riscos de deixar água parada e informar os moradores como manter os domicílios livres do mosquito.

 

“Temos avançado muito com os mutirões e a aceitação dos agentes nos bairros é muito boa. Em Osasco, a população é nossa grande parceira no combate ao Aedes aegypti”, explicou a diretora do Departamento de Vigilância da Saúde de Osasco, Dra. Marta Cristina Camillo.

 

Em parceria com a Secretaria de Saúde, a Secretaria de Serviços e Obras continua com a “Operação Cata-Bagulho”, coletando todo material que já não tem utilidade, mas pode acumular água e se tornar um criadouro do mosquito. Anunciada durante toda a semana no bairro que será visitado pelas equipes, a operação já se tornou uma grande aliada no combate ao mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya, febre amarela e febre do mayaro.

 

O mutirão que acontece todos os sábados e já passou pelos bairros Jardim Santa Maria, Jardim Palmares, Jardim Veloso, Cipava II, Munhoz Jr., Novo Osasco e Rochdale, vai até o último fim de semana de abril, período em que a incidência do mosquito é maior, por causa das chuvas.

 

Segundo dados da Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo, 90% dos focos estão nas residências, mais precisamente nos vasos de planta, vasos sanitários, piscinas de crianças, potes vazios e até tampinhas de garrafas. Então sempre é importante ressaltar que a única ação efetiva capaz de evitar a proliferação do Aedes aegypit é fazer uma varredura em casa.

 

Todos contra o Aedes

 

– Encha os pratos dos vasos de plantas com areia até a borda;

 

– Troque a água e lave o vaso das plantas aquáticas com escova, água e sabão pelo menos uma vez por semana;

 

– Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre fechada;

 

– Caixas de água devem permanecer fechadas;

 

– Recolha de seu quintal todos os objetos que acumulam água, como embalagens usadas, pneus, e até uma pequenina tampinha de garrafa;

 

– Folhas e tudo o que possa impedir a água de correr pelas calhas também precisam ser removidos;

 

– Vale reforçar  que os repelentes indicados pela Organização Mundial de Saúde são a Icaridina, o DEET e o IR 3535.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.